Menu fechado

4 Atitudes Que Temos Em Relação A Nossa Vida

Você sabia que muitos de seus objetivos não alcançados só tem um culpado? Você!

 

Poxa, eu sei que isso pode ser meio pesado de se ouvir (ler), assim, logo “de cara”, ou logo na primeira linha de um artigo. Mas, me desculpe a sinceridade, mas é a mais pura verdade. Essa afirmação serve pra mim, serve pra você e provavelmente deve servir para a grande maioria das pessoas que você e eu conhecemos.

A seguir eu vou mostrar pra você as 4 (quatro) atitudes que todos nós temos diante das situações que a vida nos apresenta. Então, se você quer entender melhor como são as suas próprias atitudes em relação aos seus objetivos, continue lendo…

 

A primeira atitude (aquela de você deveria ter) é: caminhar! (Como assim?)

Caminhar em direção ao seus objetivos, apesar de simples é a atitude mais difícil, principalmente se você não está com a sua mentalidade preparada. E quando eu digo mentalidade preparada, eu quero dizer estar focado no objetivo E no caminho a ser percorrido para alcançar o objetivo.

Tem gente que encara o “caminhar” em direção aos objetivos como uma corrida de 100 metros, quando na verdade você tem que enfrentar esse “caminhar” como uma maratona, ou seja, você não deve explodir de energia por pouco tempo para atingir os resultado final, mas sim, dar um passo de cada vez de forma ritmada e estar focado em seu OBJETIVO e em TODO CAMINHO até ele.

Isso se dá, principalmente, se você tem SONHOS GRANDES. E é isso que eu imagino que você tenha: Sonhos Grandes, Objetivos Altos, …

E, quando você tem um Objetivo Grande, precisa ter a mentalidade preparada e saber que o caminho vai ser longo, árduo, difícil… e que você precisa manter-se focado.

 

 

A segunda atitude é: ficar parado!

(Obs.: Estou apresentando as atitudes em ordem de importância. Mesmo essa atitude estando em segundo lugar e a maioria das pessoas [incluindo eu e você], provavelmente já tenhamos tido ela em algum momento na nossas vidas, você deve considerar se esforçar ao máximo em ficar apenas com a primeira.)

 

Ficar parado significa: não fazer nada que vá te levar em direção ao seu objetivo.  Apesar de essa atitude não lhe deixar mais perto do que você quer, evita que você gaste energia de maneira desnecessária, ficando parado você não anda para trás, não anda pra frente, não corre, não faz nada. Por que isso acontece? Isso acontece comigo, provavelmente com você também e com qualquer outra pessoa, quando estamos sem alguém ou sem “o quê” nos nortear, quando estamos sem direção. Quando alguém sabe que quer alguma coisa (objetivo), mas não sabe o que fazer para alcançar isso (objetivo), então, fica por um tempo perdido sem fazer nada. Fica estagnado. Essa é a segunda atitude. Evite-a, mas se realmente você não sabe que caminho seguir, não tenha a próxima atitude, é melhor então ficar parado.

 

A terceira atitude é: andar em círculos!

Aqui é quando você, mesmo sem ter um “norte”, sem ter caminho definido, você segue fazendo algo na esperança que isso lhe leve mais próximo de seus objetivo.

Essas atitudes baseadas na esperança, podem até lhe levar um pouco mais próximo, mas eu garanto que se você tiver um planejamento e um caminho bem definido, que você pode obter através de alguém ou de alguma coisa, não haverá desperdício de energia. E aqui é que entra essa terceira atitude.

Quando você anda em círculos, há gasto de energia sem sair do lugar. Isso é muito pior do que ficar parado. Afinal você vai ficando cada vez mais exausto, sem atingir e nem mesmo se aproximar do seu objetivo o que vai lhe deixar frustrado e minar a sua automotivação. Andar em círculos pode ser representado também pela seguinte frase:

“Você está confundindo movimento com ação”

Você está se movimenta muito, mas não age efetivamente em direção aos seus objetivos e as suas metas.

 

 

A quarta atitude é: andar para trás!

Vou contar uma estória para usar de exemplo de como nós andamos para trás em relação aos nossos objetivos:

Imagine que FULANO tem o objetivo de alcançar o cargo X em uma empresa Y. Mas o FULANO nem sequer trabalha na empresa X. Sempre sonhou em trabalhar lá, e tem tido atitudes nessa direção, ele estudou a empresa, conhece os seus fundadores, os principais nomes da equipe administrativa, conhece a missão da empresa e toda a forma como ela lida com os colaboradores e também já se cadastrou no link “TRABALHE CONOSCO” no site da empresa. Um dia ele recebe uma ligação do RH da empresa o convidando para um evento que reunirá várias empresas e ele deve se apresentar pessoalmente para o Executivo responsável pela seleção e contratação de novos colaboradores, mas nesse mesmo dia um amigo o convida para uma reunião de amigos com um futebolzinho e depois umas cervejas com petiscos.

Ele escolhe a reunião com os amigos.

Essa é uma atitude que o faz caminhar para trás. Gastou energia, mas andou na direção errada. Você se distanciou dos objetivos, a atitude o atrapalhou em alcançá-los.

Outras atitudes que vão lhe distanciar ou atrapalhar o alcance dos seus objetivos é relacionar-se com pessoas tóxicas, negativas, algumas que não só não lhe ajudam a alcançar os seus objetivos mas te puxam pra baixo e lhes colocam na direção errada. Outra coisa é consumir conteúdo irrelevante, assistir muito reality show, muita novela, não escuta coisa que presta, não ler algum conteúdo que vai te ajudar a alcançar os seus objetivos.

 

Resumindo:  você precisa caminhar em direção ao seu objetivo de forma ritmada, constante, sem parar, sem ficar estagnado, também “não confundindo movimento com ação” e muito menos andando para trás, ou seja, fazendo algo que lhe distancie do seu objetivo ou lhe tire do caminho certo em direção ao seu objetivo.

 

Dicas extras (Lembre-se, a primeira coisa a fazer é mudar a sua mentalidade. E essas dicas vão lhe ajudar com isso.):

 

Leia o livro “O Poder do Hábito”! Nesse livro você vai entender como seu cérebro funciona, para ter respostas automáticas, como um hábito. Sabendo como seu cérebro funciona, você pode então usar esse “jeito” que ele funciona, para desenvolver hábitos saudáveis e que lhe direcionem para os seus objetivos e suas metas.

Outro assunto importante, que você precisa estudar sobre, é produtividade, gerenciamento de tempo. As pessoas costumam reclamar que não têm tempo, então se você conseguir direcionar melhor o seu tempo, já terá uma vantagem. Afinal, o tempo é igual pra todo mundo, o dia tem 24 horas pra todo mundo, então por que tem gente que consegue produzir alguma coisa em 24 horas e você não consegue? Quem sabe o problema não está na forma como você gerencia o seu tempo. Pense nisso!

Busque aconselhamentos, procure um “mentor”. Isso também é muito importante. Lembre-se sempre de duas frases muito importantes sobre isso.

“Se vi mais longe foi por estar de pé sobre ombros de gigantes.” (Isaac Newton)

“Se você quer ir rápido vá sozinho. Mas se você quiser ir longe, vá acompanhado.” (Provérbio Africano)

 

Procure na internet por conteúdos interessante s e relevantes, documentários, biografias, leia biografias de pessoas de sucesso como Steve Jobs, Michael Jordan, o livro do Bernardinho treinador de seleção de vôlei masculina e feminina (Transformando suor em ouro)

 

 

Relembrando, você pode ter quatro atitudes diante de seus objetivos:

  1. caminhar;
  2. ficar parado;
  3. andar em círculos;
  4. andar para trás.

 

Nessa ordem de importância, quanto mais você estiver próximo da primeira atitude, maior é a chance de você conseguir mesmo alcançar os seus objetivos. Pra terminar lhe deixo mais uma frase:

“Não faça algo só PARA dar certo, faça algo ATÉ dar certo”.

 

Um grande abraço e sucesso pra você

 

Clérice Moura

 

p.s.: Se quiser um resumo em poucos minutos sobre o que leu até aqui, veja esse meu vídeo: